Agile & Halocray

Agile & Holacracy

adaptabilidade &
perenidade organizacional

Mundo VUCA​

Volatility 

(Volatilidade)

Uncertainty

(Incerteza)

Complexity

(Complexidade)

Ambiguity

(Ambiguidade)

WHY – por que?

Mundo VUCA e exponencial demanda uma atuação diferente das empresas

  • Adaptabilidade;
  • Decisões próximas aos clientes;
  • Muito mais velocidade;
  • As organizações não foram feitas para esta tsunami de mudanças.

Velocidade exponencial dos unicórnios

HOW – como?

  • Clareza do conceito ágil & adaptabilidade;
  • Caminho robusto para mudar a forma dos times trabalharem através de um processo tranquilo e que maximize a performance dos times​.

WHAT – o que podemos fazer diferente?

  • Definir os modelos testados e de sucesso para operar times na metodologia ágil que mais se conectam com a cultura e modelo de negócios​;
  • Possíveis modelo ágeis: SCRUM, Kanban, Holacracy, Sociocracy, Scrum@Scale, TEAL;
  • Por onde começar – quais times – ex. produtos, vendas, produção.

Algumas aplicações para pessoas e organizações

  • Adaptabilidade;
  • Decisões próximas aos clientes;
  • Muito mais velocidade;
  • As organizações não foram feitas para esta tsunami de mudanças.
  • Cada vez mais as pessoas buscam empresas onde possam ser elas mesmas;
  • As pessoas e os líderes estão cansados dos jogos de poder;
  • Parece inseguro revelar o lado do cuidar, da intuição e espiritualidade ou expressar um desejo de significado​.

A evolução histórica dos paradigmas das organizações

AGILE e suas implicações para Arquitetura organizacional

AGILE é o catalisador de uma nova da gestão

  • Agile permite as organizações a rapidamente adaptar neu negócio ao mundo VUCA​.

Agile manifesto tem 12 princípios e 4 valores – 2001

Organizações ágeis estão mais perto dos seus clientes – tomada de decisão sendo feita pelas pontas – novo paradigma de liderança

Times ágeis são:

  • Enxutos e equipes multidisciplinares – 6 a 9 membros​;
  • Valorizam mais se adaptar a mudança que manter o planejamento​;
  • São responsáveis pelos resultados, como um time​;
  • São autogeridos, não há hierarquia / comando-e-controle dentro do time​;
  • Entregam valor para o cliente em cada SPRINT​
  • Transparência radical do trabalho / atividades – todos sabem o “que está rolando” – DO, DOING, DONE​;
  • Usam metodologias claras de trabalho em equipe – SCRUM, KANBAN, outros.

A semenete...Revolução exponencial dentro das hierarquias